terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Foco Distinto


Alma cativante de um olhar excêntrico.
Fios que reluzem um brilho interior,
cheio de magia e esplendor.

Sentimento falado em atitudes
delicadas e aprazíveis,
retratando ângulos de uma alma carente,
que ama a arte silenciada
pela beleza do expressar a
suntuosidade de um olhar.

Magia contagiante que envolve,
O momento menor, tornado inesquecível;
expressão dos devaneios de um sonho presente
fixados na realidade de uma alma sentimental.

2 comentários:

Ingridd disse...

:O
eu acabo de descobrir uma alma sensível, um POETA!

Carla Monique Santos disse...

Gostei!! Lindo poema